Relação entre acidez crônica e doenças

O Dr. Lair Ribeiro afirma que a maioria das doenças vem acompanhadas de acidez.

Ele dá como um exemplo o câncer realçando que a célula cancerígena vive em um meio ácido. Mas não é só o câncer – também as bactérias, os vírus, os fungos e os parasitas gostam do ambiente ácido.

O Dr. Lair Ribeiro defende que o ambiente de acidez no corpo aumenta a predisposição para formar biofilmes, e colónias de bactérias, vírus, fungos e parasitas.

Isso acontece muito no câncer porque o câncer se desenvolve em meio ácido.

Quando se tem acidez crônica, existe também uma maior predisposição ao câncer porque um dos mecanismos para chegar no câncer é a acidez .

Porquê? Porque a acidez diminui o oxigênio. A alcalinidade aumenta o oxigênio.

Então um ambiente mais ácido tem menos oxigênio. Quando tem menos oxigênio, a célula que está sendo alimentada começa a sofrer. E no momento que ela começa a sofrer, ela tem que tomar uma decisão – ou ela MORRE ou ela MUTA.

Artigo recomendado: Entenda como as nossas células se defendem quando o meio acidifica

Quando a célula muta, ela vira rebelde e deixa de ser igual àquela comunidade. A célula se torna independente, ou seja, se torna cancerígena e vive em um meio ácido. Se der alcalinidade pra ela, ela morre.

O método que tem para avaliar é o seguinte: depois que você deita na horizontal, se você passar mais de 6 horas na horizontal há um equilíbrio entre o pH do seu sangue e da sua urina. Então feito esse equilíbrio, se medir o pH da urina (primeira urina da manhã) e der 6.5 aí soma 0.8 e vai obter o pH do seu sangue.

Se tem um pH urinário de 6.5 e ficou deitado por mais de 6 horas, pode usar a fórmula em que acrescenta 0.8 – e o pH do sangue vai estar 7.3

Então o pH urinário ideal na manhã seria entre 6.4 e 6.6

Mas isso também depende muito do que você comeu no dia anterior.

Esse pH urinário variável é esperado, o que não pode variar muito é o pH sanguíneo.

Se você ingeriu um alimento acidificante, o rim vai ter de eliminar esse excesso de acidez, e por isso, a urina vai estar com um pH mais baixo (ou seja, mais ácido).

Mas também é possível usar a saliva. Você pode medir o pH da saliva após 6 horas deitado na horizontal, e acrescentar 0.8 para ter uma ideia de qual é o pH do seu sangue.

Resumindo, se a pessoa desenvolve uma acidez crônica, ela tem uma maior predisposição a infeções de vírus, bactérias, fungos e parasitas e finalmente câncer.

Para receber GRATUITAMENTE a "Tabela de pH dos Alimentos" coloque seu Nome e Email abaixo e clique no botão "Quero Receber":

Author: Carlos Pereira

Share This Post On

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *